Logo oficial do site versão móvel

Mucuna Pruriens

A mucuna pruriens melhora as ereções, melhora a libido favorece a produção hormonal, o humor e favorece a produção de dopamina.

Mucuna pruriens (Kawanch Beej)

A mucuna pruriens na sua forma natural.

A Mucunã pruriens (café berão ou pó de mico também é chamada de Kawanch Beej) é uma planta da Índia e faz parte dos princípios de inúmeras aneladas pílulas de alongamento do pênis. Evidentemente e mais uma vez, este produto não alonga o pênis de forma natural. Melhora a libido e as ereções, também favorece a produção de hormônio. Pode ser útil, além disso, como método para os exercícios, mas sem excessos.

Trata-se de uma planta medicinal anual procedente das regiões tropicais da Índia e da África, é uma planta trepadeira e pode atingir os 15 metros de altura. Os múltiplos pelos que cobrem suas vagens são aguçados e urticantes, daí que provoquem irritação na pele, mas qual é procedência da palavra «pruriens» que faz parte do seu nome, alude a comichão, e também um dos seus nomes em espanhol «pica pica». A planta é conhecida igualmente com os nomes de «feijão-café», «comandá-açu», «olho-de-boi», e outros.

Composição da Mucunã pruriens

Seu princípio ativo principal é a L-Dopa (Levodopa), que se concentra na planta grandemente (7-10%), um aminoácido precursor direto da dopamina. Porém, também contém glucósidos, um pouco de nicotina e prurenina.

A Mucunã pruriens é rica em proteínas (20-29%), lipídios (6-7%), fibras dietéticas (8-10%), carboidratos (50-60%) e minerais. Também é extremamente rica em alcaloides, saponinas e esteróis.

Indicações terapêuticas da Mucunã pruriens

O extrato ou os chás são utilizados para o atendimento da doença Parkinson, a depressão, a anemia, a disenteria, a amenorreia e outros transtornos. Seu conteúdo de nicotina sugere igualmente um uso no atendimento contra a dependência do charuto. Tem também outras propriedades medicinais e, as conhecidas como afrodisíacas. Trata-se de um manual alimentar ou de um produto de medicina natural, por isso não é um medicamento.

A Mucunã pruriens como afrodisíaco

A Mucunã pruriens é utilizada principalmente para aumentar a libido em ambos os sexos, muito bom também para o atendimento dos problemas de impotência, ajuda igualmente o incremento nos níveis de hormônio anabólicos e androgênicos. Promove igualmente a fertilidade. A prolactina é um hormônio que procede da glândula hipófise, a qual é considerada como uma das causas da falta de ereção. As sementes da Mucunã favorecem a produção de L-dopa, que, misturada com a dopamina, diminuem a produção de prolactina, favorecendo a ereção.

Atividade e uso da Mucunã pruriens

Levando em conta que esta planta incentiva a produção de dopamina, um neurotransmissor que atua sobre as emoções, é atualmente utilizada para o atendimento dos problemas de temperamento, a depressão, a ansiedade, além de ser utilizada pelos fisiculturistas para aumentar a força e a massa muscular, devido à causa de sua ação equilibrada sobre a testosterona no homem. Igualmente indicada no tratamento do controle da diabetes, já que contribui para diminuir o volume de açúcar no sangue. A Mucunã pruriens faz parte das plantas da medicina Aiurveda, por isso também da medicina tradicional índia.

Doses de Mucunã pruriens

O produto é geralmente vendido em pó, mas sempre é recomendado começar com uma pequena dose, por exemplo, meia colher de café e esperar os efeitos. Caso no houver efeitos na dose, deveria aumenta-la, por exemplo, tomando uma colher do pó.

Contraindicações e efeitos da Mucunã pruriens

O produto é contraindicado nas pessoas que sofrem de psicoses ou esquizofrenia ou para aqueles que tomam medicamentos contra a diabetes, também que tomam anticoagulante os inibidores da MAO(1), já que a planta pode provocar efeitos devido a estes medicamentos. Pode-se vincular com o tribulus terrestris, com a spirulina no contexto de uma atividade esportiva ou com a canela no caso de tratamento natural contra a diabetes.

Disponibilidade da Mucunã pruriens

Este produto se proíbe em alguns países como Canadá, já que é considerada uma droga. Porém, é fácil seu acesso sob prescrição médica, também pode ser comprado on-line.

==============================
(1) Monoaminoxidasa: Uma das enzimas importantes nas etapas iniciais da transformação metabólica das catecolaminas e indolaminas. Esta distribuída amplamente por todo o corpo, inclusive o encéfalo; as concentrações mais altas se encontram no fígado e no rim. Tem importância tanto para identificar as vias metabólicas primárias que continuam as catecolaminas em diversas circunstâncias, como para explicar os efeitos dalguns medicamentos.
{voltar ao topo}



[Fechar]

Este site é reativo. Que quer dizer? Tente redimensionar a janela e verá. A disposição da página e sua arquitetura mudarão segundo as dimensões da vista. Em outros termos, tanto faz se você está utilizando um computador de grande tela, um iPhone ou até um Nokia N70. ¡Este site se verá bem sem importar o tamanho da tela!

Hoje em dia um número sempre maior de usuários navega em internet utilizando dispositivos móveis. Não só os sites têm que adaptar-se a qualquer tela, mas têm também que ser ligeiros, dado que o uso de alguns dispositivos comporta conexões lentas ou de pagamento segundo o tráfico enviado e recebido. ¡Tudo o que era velho é novo outra vez! ¡Adeus os sites Flash (que nem se podem ver nos Mac ou nos iPhones) e layout com imagens!

Por tanto, tem sido imprescindível sacrificar a comodidade dos usuários mais conservadores às novas exigências de hoje (basta pensar nos que ainda utilizam velhas versões de Internet Explorer e que são cada dia menos). Tem nascido o conceito de tecnologia líquida. Este site não é como muitos outros que têm uma versão PC e uma versão móvel. Este site só tem uma versão, mas se adapta a qualquer equipamento.

Estamos orgulhosos de anunciar que já o nosso site também tem sido um dos primeiros em ficar prontos para a web 3.0 e vai à linha com o porvir, sendo universalmente compatível. Esperemos que o público goste dele também.


[Fechar]