Logo oficial do site versão móvel

Os outros métodos de agrandamento do pênis

Eis uma página interessante que desceve os outros métodos mais famosos para aumentar o pênis. Nesta página você encontrará uma ajuda - possívelmente imparcial - para determinar qual pode ser o método mais eficaz.

  • Os outros métodos naturais.
  • Os métodos piratas.
  • Os métodos autênticos.
  • Os métodos artificiais e mecânicos.
  • Atenção: Este site está orientado ao desenvolvimento pessoal e não deve ser confundido com uma terapia médica. O programa de treinamento que apresentamos não tem nenhuma relação com a medicina. O método não está reconhecido pelos médicos e, por outro lado, nenhum método de agrandamento do pênis o está, exceto a cirurgia. Desconfie dos sites que pretendem o contrário. Para saber mais sobre o tema, pulse aqui. As informações serão abertas numa nova janela do navegador.

    Muitos nos perguntam sobre os outros métodos de desenvolvimento do pênis que existem além do método natural. Esta página responde à curiosidade de todos e oferece, sobretudo, uma orientação entre tantos outros métodos de engrandecimento do pênis. Claro, nosso interesse é vender o método natural. Mas o objetivo desta página não é convencer-lhe para descartar os outros métodos, pelo contrário, a nós nos convém que sua escolha seja bem cautelosa, assim se evitam problemas e inúteis mal-entendimentos futuros.

    Também nos perguntam qual é a diferença entre os mesmos métodos naturais de desenvolvimento do pênis, por que há tantos métodos e, sobretudo, por que há tantas diferenças nos preços, inclusive nas opções de assinatura. Frente a tantos métodos disponíveis, é natural que a gente se sinta indecisa, mas sobretudo, temeroso de fazer uma má escolha.

    Para esclarecer todas estas dúvidas, começaremos a falar dos outros programas naturais. No sucessivo, falaremos também de todos os demais métodos mais conhecidos.

    Os outros métodos naturais de desenvolvimento do pênis

    grande-penis.com não é o único programa de engrandecimento do pênis. Há um grande número de programas parecidos em espanhol e em inglês que já não contam mais. É natural perguntar-se que diferença há entre todos estes programas e, sobretudo, quais são os que servem de verdade.

    Na verdade, muito poucos são os sites que tenham suficiente qualidade e que, sobretudo, sejam autênticos.

    Os problemas com os programas de engrandecimento do pênis é que a maioria, por serem cópias de outros sites, não está garantidos por empresas ilegalmente credenciadas e competentes e são freqüentemente frutos de particulares que não têm nenhum conhecimento do tema. Estes sites contêm simplesmente um compêndio ou uma tradução apressada dos originais e não dão informações completas e exatas,os conceitos são pobremente expostos, os exercícios são mal explicados, o conteúdo multimédia é insuficiente e a assistência técnica é inexistente.

    Como distinguir os sites autênticos dos piratas?

    A primeira vista parece difícil, mas depois basta com verificar um pouco para determinar facilmente se um site de engrandecimento do pênis contém um programa sério ou não. Eis uma corta lista de indícios que poderão ajudar-lhe a individualizar os sites que são piratas:

    • Sites que não pertencem a empresas. Há três maneiras de individualizá-los:
      1. Antes de tudo, buscando as referências da empresa nas páginas do site. Se estas referências são ausentes ou confusas, o site é dum particular.
      2. Controlando a base de dados WHOIS em internet, se o site pertence a uma empresa, isto se especifica sempre nas informações dadas pelo WHOIS, a menos que o site não tenha um registro anônimo do tipo "Domain by Proxy" (o que não é ruim mas, neste caso, você não pode utilizar este método).
      3. Observando a interface de pagamento por cartão de crédito. Se não está na sua lingua ou não há nenhuma, então o site não pertence a uma empresa.

      E em geral, um site que não pertence a uma empresa é muito provável que seja um site pirata.

    • Sites de engrandecimento do pênis que dão acesso ao programa unicamente por dialer (conexião paga). Estes sites não são sérios e o mesmo uso do dialer demonstra sua falta de profissionalidade. Os dialers podem ser útris nos sites pornôs, onde se paga por descartar imagens e vídeos, mas um programa de engrandecimentos do pênis requer consultas constantes e sobretudo calma e tempo. Além disso, qualquer amador pode introduzir um dialer num site, enquanto só uma sociedade séria pode permitir-se oferecer métodos honestos e seguros de pagamento,como a transferência bancária ou o cartão de crédito. Claro, um site de engrandecimento do pênis pode sempre oferecer um dialer como opção alternativa para os que querem dar uma olhada rápida ao programa antes de assinar-se seriamente, mas se o site proporciona o dialer como única forma de pagamento e de acesso à área membros, então é bem provável que se trate dum site pirata.
    • Sites que têm um conteúdo (parcial ou total) idêntico a outros sites. Nós mesmos identificamos vários sites que utilizam nossas mesmas palavras ou trechos de nossos textos como conteúdos e já tomamos medidas contra eles. Mas, em geral, exemplos deste tipo se encontram, sobretudo, nas famosas páginas de "recomendação do médico", especialmente as que mencionam o fantasmagórico doutor Micheal A. Carter que parece recomendar energicamente os sites de todo o mundo. Há anos, saiu um artigo assinado com este nome e desde então centenas de sites o utilizaram para sua própria publicidade. Claramente se trata de recomendações inventadas e de sites piratas.
    • Sites que utilizam imagens que você já viu em outros sites. Com freqüência estas imagens têm trechos textuais em inglês, o que evidencia que o administrador do site copiou estas imagens sem ter a moléstia de modificá-las para traduzir textos. Se você vê um site assim, há fortes probabilidades de que seja um site pirata.
    • O mesmo vale com sites que contêm partes de frases em outras línguas (especialmente em inglês) ou que utilizam anglicismos baratos. Por exemplo: corpora cavernosa em vez de "corpos cavernosos" (término latino, mas utilizado correntemente em inglês), peyronie disease em vez de "transtorno de Peyronie", suporte em vez de "asistência", células (do inglês cells) em vez de "cavidades" e assim por diante. Sobretudo os términos "células" e "corpora cavernosa" marcam a pressa do tradutor, sua pouca familiaridade com os términos anatômicos de seu presumido trabalho e seus poucos conhecimentos em temas de engrandecimento do pênis. Quando um site contém essas faltas é muito provável que seja um site que traduziu ao pé da letra os conteúdos dum site autêntico.
    • Sites que prometem a prevenção do câncer de próstata. Nenhum exercício pode prevenir um câncer. Mais uma vez é quase seguro que o site seja pirata, já que um site autêntico e competente não cometeria nunca o erro de cometer coisas impossíveis.
    • Sites que prometem resultados. Impossíveis em pouco tempo ou até resultados normais em duas semanas. Os exercícios de engrandecimento do pênis dão resultados proporcionais ao tamanho inicial e estes dependem de cada homem. Portanto, é impossível dizer: "seu pênis aumentará de x centímetros em y meses". Nenhum exercício pode dar o menor resultado em duas semanas, sobretudo, se falamos de aumento de dimensões do pênis. Nenhuma parte do corpo pode desenvolver-se tão rapidamente, o metabolismo humano tem suas imposições e os exercícios de engrandecimento do pênis requerem ao menos três meses de prática para dar os primeiros resultados. Mais uma vez, se os autores conhecessem o método, nunca prometeriam milagres.
    • Sites que têm preços muito altos ou nomes de domínio acrobáticos, por ejemplo www.aumenteasdimensoesdeseupeneja.com, para comparecer primeiro nos resultados de motores de busca (uma técnica velha que hoje é todos os motores penalizam). No melhor dos casos se trata de puro diletantismo.
    • Sites que expõem dados estatísticos exagerados como "os 85% das mulheres nunca conseguem o orgasmo" ou "os 100% dos homens têm um pênis mais fraco respeito ao que poderiam ter". Trata-se claramente de dados inventados para preocupar-lhe e induzir-lhe a assinar-se.
    • Sites que garantem que seu método está aprovado pela medicina. Muitos sites ingleses, por exemplo, mencionam que o Dr. Brian Richards que, ao final dos anos 70, teria efetuado na Inglaterra um estudo demonstrando que o método natural de engrandecimento do pênis funcionava em 87% dos casos. Contudo, se você navega em Internet e faz uma busca sobre o Dr. Brian Richards, perceberá que os únicos sites que o mencionam são exclusivamente de engrandecimento do pênis. Não existe nenhuma fonte oficial deste estudo, porque pelo contrário, estaria documentada em algum lugar credenciado. Nenhum médico aprovou nunca algum método de engrandecimento do pênis, já que o método não é uma terapia médica, mas uma atividade de treinamento e de desenvolvimento pessoa, sem relação com a medicina. Todas as informações que se apelam ao reconhecimento médico são falsas, portanto.

    Nosso site de engrandecimento do pênis esteve entre os pioneiros do pênis-enlargement em português. Nosso programa está garantido por uma pessoa jurídica, a empresa Ionenet S.A. que garante sua autenticidade e sua funcionalidade e uma grande qualidade em nível de conteúdos e de assistência. Há muitos anos, trabalhamos, também em outras linguas, e temos milhares de clientes satisfeitos. Você pode ter certeza ao 100% em nossa experiência e competência.

    Qual a diferença real entre os sites de engrandecimento do pênis e como explicar as diferenças de preço?

    Até agora não respondemos a estas perguntas. A realidade do engrandecimento do pênis é a seguinte: os sites originais desenvolveram os métodos comprando direitos para vendê-los e contratando especialistas para atendê-los, enquanto os sites piratas são simples cópias feitas por pessoas incompetentes. As conseqüências são evidentes: quase todos os sites de engrandecimento do pênis contêm exercícios muito similares. A diferença principal está no completo que é um programa, em sua habilidade de expor os conteúdos e em explicar com competência, de maneira séria, profunda e exaustiva, na qualidade da assistência e na presença de suficiente material gráfico e vídeos. Um bom site pode contribuir a seu programa com conteúdos inéditos que aumentam seu valor. Proporcionar informações completas é um sinal importante de qualidade. Muitos sites ruins enfrentam os temas de maneira desorganizada, são difíceis de ler porque lhes falta completamente uma estrutura e, o leitor se cansa e de desanima muito rápido. A clareza e a estrutura são, portanto, pontos extremamente valiosos; a qualidade mesma dos resultados depende delas.

    Quando um site tem um preço maior, isso não é sinônimo de maior qualidade. Há sites que encherão seus olhos para vender-lhe seu programa por um preço superior aos 100 euros sem ter nenhum conteúdo que justifica este preço. Tome cuidado e desconfie dos sites cujos preços são tão altos.

    E agora vamos falar dos métodos tradicionais que não se baseiam em exercícios naturais. Falaremos de suas potencialidades e de seus riscos.

    Outros métodos de engrandecimento do pênis além do natural

    Os extensores (ou bombas ao vazio)

    Entre os métodos tradicionais para engrandecer o pênis, o extensor é provavelmente o mais antigo e conhecido. É um instrumento que explora um princípio semelhante ao dos exercícios naturais, ou seja, através duma bomba de vazio, provoca-se uma pressão sanguínea sobre os corpos esponjosos e cavernosos do pênis com o objetivo de dilatá-los.

    Dando um exemplo muito aproximado, é um pouco como utilizar uma máquina para fazer flexões para relaxar os músculos. O corpo humano é um organismo extremamente sensível e acudir às garras duma máquina para desenvolvê-lo é raramente uma boa idéia. O extensor é um aparelho mecânico que exerce pressões sobre seu membro que estão fora de seu controle, ou seja, você não poderá aplicar uma força apropriada que apenas a sensibilidade de suas mãos pode assegurar. Usando este aparelho há muitas mais possibilidades de ter efeitos secundários desagradáveis. Além disso, parece (a julgar pelos testemunhos dos usuários), que este método dê resultados apenas temporários e não bastante satisfatórios.

    Por último, há que considerar o preço dos extensores, entre 55 e 180 euros. Muito caro para um método tão incerto e tão perigoso. Claro, a menos que você não esteja disposto a fazer o sacrifício de pôr seu pênis sob vazio todos os dias, por que não usar o método natural, que comporta menos gastos, menos sacrifícios, menos riscos, mas, sobretudo maiores resultados?

    Esticadores

    Os esticadores são dispositivos mecânicos cujo objetivo é alongar o pênis pelo princípio da tração. Ou seja, através de pesos ou outro tipo de força que permite esticar o pênis para baixo ou lateralmente; claro, há que levá-los postos constantemente... Não é certo que são confortáveis e, mais uma vez, trata-se dum artefato mecânico, que dificilmente pode ser usado com a vestimenta sem que se perceba e não tem nada de natural, tanto que pode causar efeitos secundários ou danos no pênis.

    . Apesar de que a idéia dos pesos seja a primeira que aparece na mente quando se pensa numa maneira para alongar o pênis (e algumas tribos no mundo utilizam estes métodos para seus próprios danos, (ver a página alongamento do pênis)), os danos muito prováveis não compensam os resultados discutíveis. Além disso, o princípio da tração apenas tem efeito sobre o comprimento e não sobre o agrandamento do pênis proporcional e equilibrado. . Nenhum esticamento, admitindo que não cause danos, pode funcionar também do ponto de vista da grossura do pênis. Se você estica um elástico, uma corda ou qualquer outra coisa perceberá que quanto mais se alonga, mais sutil será. Nenhum objeto se esticado em comprimento pode aumentar também sua largura ou sua espessura, pelo contrário se enfraquece, é uma realidade física indiscutível. O que prometem os sites e as empresas que vendem este artefato é pura lenda.

    Contudo, se você tem um pênis mais grosso que longo, sempre pode usar este método, com a condição de que esteja disposto a correr todos os riscos. Mas, por que valer-se de aparelhos custosos (alguns chegam a custar até 400 euros!!!), quando existem técnicas naturais que permitem obter o mesmo efeito, sem danos, com maiores garantias, maior controle de sua parte e sobretudo, com custos menores?

    Os pesos para fortificar o pênis

    Parecidos com os esticadores, mas mais rudes. Estes totalmente não os aconselham já que não têm nenhum efeito. O pênis não é um músculo. Não pode fortificar-se, nem muito menos engrandecer-se levantando ou suportando pesos. O pênis está feito de corpos cavernosos e esponjosos e só trabalhando sobre estes, em nível sanguíneo interno, pode conseguir-se um aumento efetivo de dimensões. Portanto, levantar qualquer peso com o pênis em ereção só cansará e inflamará a musculatura perineal. Pendurar qualquer peso ao pênis, só danará os corpos cavernosos ou o nervo do pênis, causando impotência ou insensibilidade.

    As pílulas para engrandecer o pênis

    A maioria destas contêm princípios activos (ou mais exactamente ervas) semelhantes a as que descrvemos em nosso guia afrodisiaco (que na seção membros es muito mais vasta em relação a versão gratuita). Muitas destas ervas ou produitos são disponívels nas lojas de ervas ou nas lojas de suplementos alimentares com preços mais baixos. Mais, além disso, estos produitos sozinhos não aumentam o pênis. Alguns destos são vasodilatadores periféricos e podem no máximo ajudar a melhorar as ereções, facilitando assim os exercícios naturais de agrandamento do pênis. Outros estimulam a produção dos hormônios ou equilibram o nitrogênio, mas isso só tem efeito sobre a libido, não sobre as dimensões. Outros mais favorecem a fertilidade, pero uma vez mais, não o tamanho.

    Nenhuma pílula tem o poder de aumentar o tamanho do pênis. Enquanto os hormônios só funcionariam na adolescência, não têm nenhum efeito sobre o tamanho duma pessoa adulta.

    Se são usados como suplementos para os exercícios naturais, tem também que assegurar-se que estos produitos contSi son utilizados como suplementos para los ejercicios naturales, habrá también que asegurarse que estos productos contenham elementos totalmente naturais e não medicamentos. Além disso, há alguns vigaristas que tentarão vender-lhe medicamentos vasodilatadores que um médico nunca aprovaria (os medicamentos só podem ser utilizados quando há algum problema de saúde) e só quando é urgente e inevitável, nunca como suplementos alimentícios!!! E que apenas danariam seriamente sua saúde. Tome muito cuidado!

    Muitos fabricantes destas pílulas asseguram que elas estão aprovadas pelo médico, mas se trata de uma verdade parcial. O que realmente o médico aprova é que os princípios ativos destes produtos são inofensivos, o médico não mente, só diz que não se trata de um medicamento e, portanto o produto não tem riscos. Contudo, o fabricante não esclarecerá este detalhe, é seu interesse dar a entender que estas pílulas são eficazes, enquanto sejam simplesmente seguras na realidade.

    A cirurgia para aumentar o pênis

    A cirurgia para aumentar as dimensões do pênis é um método muito popular e também muito clássico hoje em dia. Muitos acreditam que seja o único método eficaz. Contudo, a maioria dos que sustenta esta teoria são especialistas em cirurgia plástica, ou afiliada a tais especialistas. Ambos têm um forte interesse para afirmar que estes métodos são os únicos que funcionam.

    A cirurgia se baseia em dois princípios: para o alongamento se costuma cortar o ligamento suspensório, para o engrandecimento em grossura se introduzem no pênis substâncias gomosas ou gordura tomada de outra parte do corpo.

    Conseqüências da cirurgia

    No primeiro caso, seu pênis parecerá mais longo dum centímetro ou dois, mas só em estado de repouso. Se você consegue ainda ter ereções, elas serão fracas e precárias. Muitos médicos aconselham o uso de pesos depois da intervenção, já que com o tempo, o ligamento ferido tende a reconstituir-se devolvendo ao pênis suas dimensões iniciais ou encurtando-o ainda mais que antes da intervenção.

    No segundo caso, o fato de introduzir substâncias gomosas ou gordura no pênis não tem nenhum benefício, já que o que podemos ganhar em espessura (e não é muito) se perde em potência. O pênis é constituído de corpos cavernosos e esponjosos e a natureza não o concebeu par conter gordura ou outras substâncias. Deixamos-lhe a oportunidade de imaginar todas as conseqüências...

    Nossa opinião sobre a cirurgia é a seguinte: ela não dá quase nunca os resultados esperados e o preço é muito alto, de todos os pontos de vista. Antes de tudo, é muito custosa (pode custar até 1.500 euros), além disso, ela é incerta, os riscos de efeitos secundários são graves demais e a operação é muito brutal e dolorosa. Comporta intermináveis convalescenças numa maca de hospital, possíveis infecções e complicações e muitos sacrifícios. Até que ponto vale a pena?

    Se as dimensões de seu pênis são normais e você deseja um pênis maior por razões estéticas, então é um louco se pensa em operar-se. Riscos demais e sacrifícios demais para melhorar uma situação que em definitiva é normal. Pense já em métodos mais seguros e naturais e terá os resultados desejados. Se em troca seu pênis é pequeno demais e é para você um problema real, então comece pelos exercícios naturais. Por que gastar-se um dinheirão e arriscar-se tanto quando pode obter melhores resultados por meio dum exercício? Claro, as técnicas naturais requerem esforço, paciência e tempo, mas oferecem muito mais em segurança e, sobretudo, em resultados melhores e mais naturais.

    Conclusão

    Opere-se só se a cirurgia é sua última esperança e só se, tendo problemas muito graves, nenhuma outra técnica funcionou.


    [Fechar]

    Este site é reativo. Que quer dizer? Tente redimensionar a janela e verá. A disposição da página e sua arquitetura mudarão segundo as dimensões da vista. Em outros termos, tanto faz se você está utilizando um computador de grande tela, um iPhone ou até um Nokia N70. ¡Este site se verá bem sem importar o tamanho da tela!

    Hoje em dia um número sempre maior de usuários navega em internet utilizando dispositivos móveis. Não só os sites têm que adaptar-se a qualquer tela, mas têm também que ser ligeiros, dado que o uso de alguns dispositivos comporta conexões lentas ou de pagamento segundo o tráfico enviado e recebido. ¡Tudo o que era velho é novo outra vez! ¡Adeus os sites Flash (que nem se podem ver nos Mac ou nos iPhones) e layout com imagens!

    Por tanto, tem sido imprescindível sacrificar a comodidade dos usuários mais conservadores às novas exigências de hoje (basta pensar nos que ainda utilizam velhas versões de Internet Explorer e que são cada dia menos). Tem nascido o conceito de tecnologia líquida. Este site não é como muitos outros que têm uma versão PC e uma versão móvel. Este site só tem uma versão, mas se adapta a qualquer equipamento.

    Estamos orgulhosos de anunciar que já o nosso site também tem sido um dos primeiros em ficar prontos para a web 3.0 e vai à linha com o porvir, sendo universalmente compatível. Esperemos que o público goste dele também.


    [Fechar]