Logo oficial do site versão móvel

O ponto L masculino

Em nosso programa aprenderá a conhecer o ponto L do homem e a estimulá-lo convenientemente, em todas as manifestações sexuais onde possa ser estimulado.

  • Novos horizontes para a sexualidade masculina.
  • Novas pontas de prazer, graças ao ponto L.
  • Orgasmos redondos, cálidos, intensos.
  • Dominar o ponto L tanto no coito quanto nas preliminares
  • Conhecer o ponto L masculino, aproveitá-lo, gozá-lo

    Digamos antes que o ponto L é um nome "comercial". Contrariamente ao ponto G feminino, o ponto L masculino não é um aparte sexual concreta senão é um nome novo dado à parte exterior do músculo pubococcígeo, zona especialmente erógena que pode ser estimulada tanto externa quanto internamente. Estimulando o "ponto L" estamos estimulando também, indiretamente, a próstata e é graças a esta mistura de estimulações que a zona consegue sua identidade erógena particular.

    O ponto L se encontra entre a parte inferior dos testículos e do ânus.

    O ponto L pode ser estimulado de várias formas:

    • No sexo oral.
    • Através da masturbação.
    • No coito, ou seja, fazendo sexo completo.

    De tudos estos pontos o primeiros dois são os mais acessíveis para todo o mundo e os mais difíceis de realizar enquanto o terceiro requer certo treinamento de parte de ambos os sexos. Nosso programa inclui técnicas para fazer possível a estimulação do ponto L masculino durante a penetração e, especialmente, permitir orgasmos simultâneos também no homem. Efetivamente, o ponto L tem seu próprio orgasmo, que é diferente ao que se obtém através da estimulação do pênis.

    Estimulação do ponto L no sexo oral

    No sexo oral, apenas há que sugar o pênis na ponta, no orifício da uretra donde sai a urina e o esperma, cmo se isso fosse uma palha. Desta forma será obtido um efeito de aspiração. Para obter este efeito é suficiente sugar ritmicamente repetindo as sugadas em seqüências rápidas. Sugando o pênis desta forma se pode fazer chegar um homem ao orgasmo do ponto L. Trata-se, também, de uma técnica excelente para realmente excitar um homem. Mas não há que sugar forte demais, porque isso pode causar irritações. Um casal bastante experiente pode alternar esta estimulação com a do sexo oral normal. Uma vez que o homem atinge o orgasmo, a aspiração deveria continuar também durante a ejaculação, estimulando ao mesmo tempo o frenilho e o ponto sensível do pênis sob o glande com a língua.

    Estimulação do ponto L mediante a masturbação

    Esta é a técnica mais fácil. É suficiente masturbar-se ou deixar-se masturbar além de pressões da mão e do polegar sobre o ponto L. Claro, com apenas a pressão dos dedos é difícil chegar ao orgasmo do ponto L e nen sempre todos os homens podem atingi-lo sem uma preparação. Mas combinando esta técnica com a masturbação corrente é possível pelo menos intensificar o prazer e diversificá-lo. Claro, as sensações são melhores se é a outra pessoa que faz as pressões. Outra variante é introduzir um dedo no ânus do homem para estimular ao mesmo tempo a próstata, o pênis e o ponto L. Contudo, apenas alguns dos homens heterossexuais toleram e admitem uma estimulação anal, embora seja acompanhado de uma mulher.

    Estimulação do ponto L mediante o coito, ou seja, no sexo completo

    Para estimular o ponto L durante a penetração, é suficiente que o homem tenha um músculo pobucoccígeo bem desenvolvido e que este esteja preparado através dum exercício específico (ambas as técnicas se encontram no programa). A mulher também deve ter um certo domínio dos músculos vaginais e estar em condição de mexê-los de maneira apropriada criando na vagina um efeito de aspiração. Atualmente, poucas mulheres estão cientes de seus próprios músculos vaginais e portanto é difícil que o ponto L se estimule normalmente durante uma relação de sexo. Contudo nosso programa contém técnicas que permitem às mulheres de saberem utilizar com proveito, não apenas para dar maior prazer, mas também para buscar melhores sensações eróticas.

    A estimulação do ponto L durante o sexo completo é particularmente interessante porque permite orgasmos simultâneos e quando esta está combinada com outras técnicas, estes orgasmos podem ser recíprocos, permitindo uma infinidade de novos recursos no prazer sexual.

    O orgasmo do ponto L

    Vimos como o ponto L comporta seu próprio orgasmo, diferente do que todo mundo conhece. O orgasmo do ponto L é semelhante ao orgasmo prostático, mais não está completamente relacionado com este. Presenta caracterísitcas próprias, ja que outros ponto e órgãos estão implicados. Aliás, do ponto de vista prostático se trata de uma estimulação pouco comum da próstata; é por isso que se chegou, por comodidade, à ideia de chamar a ambos os pontos de sensações "ponto L" e "orgasmo do ponto L".

    Com certeza, a mulher também tem seu músculo pubococcógeo, mas sua conformação anatômica é um pouco diferente à do homem. Além disso, na mulher, não existe uma zona que possa chamar-se de ponto L já que oas fascículos musculars que caracterizam o músculo pubococcígeo não são visíveis externamente como no homem. Por esta razão se fala de ponto L só no contexto exclusivamente masculino. Contudo, na mulher está o ponto G e é ele que facilita em grande medida o orgasmo anal feminino.

    Durante o sexo corrente, o prazer cresce aos poucos transformando-se numa sensação aguda. Geralmente se chega até um ponto de não retorno onde o orgasmo é inevitável e após se percebe algo que dispara com várias descargas rápidas de prazer espasmódico, que normalmente são entre quatro e cinco. Normalmente um orgasmo masculino dura poucos segundos e sempre está acompanhado de contrações involuntárias dos músculos que estão entre o púbis e o ânus, contrações que parecem caracterizá-lo. Obter um orgasmo relaxado é mais difícil e requer maior controle corporal, mas é também mais satisfatório, em ambos os sexos.

    Contudo, o orgasmo do ponto L é diferente e faz exceção a estas regras. É lento, progressivo, sem disparos e sem contrações e flui como um respiro. Como diz a doutora Leslie Leonelli, as descargas de prazer sãomais fortes, menos agudas, mais redondas, mais quentes, mais profundas. E sobretudo mais longas.

    No programa veremos como orgasmo e ejaculação são duas coisas diferentes ainda que aconteçam ao mesmo tempo. O orgasmo do ponto L parece confirmá-lo: efetivamente, começa um pouco antes da ejaculação e termina depois de que a última gota de esperma saiu do pênis. É um orgasmo que se espalha, que se difunde por todo o corpo.

    Claro, este orgasmo não é igual em todos os homens e alguns são até incapazes de tê-lo sem uma preparação prévia. Portanto vale a pena tentá-lo e sobretudo preparar-se, desta forma teremos todos os meios nas mãos.



    [Fechar]

    Este site é reativo. Que quer dizer? Tente redimensionar a janela e verá. A disposição da página e sua arquitetura mudarão segundo as dimensões da vista. Em outros termos, tanto faz se você está utilizando um computador de grande tela, um iPhone ou até um Nokia N70. ¡Este site se verá bem sem importar o tamanho da tela!

    Hoje em dia um número sempre maior de usuários navega em internet utilizando dispositivos móveis. Não só os sites têm que adaptar-se a qualquer tela, mas têm também que ser ligeiros, dado que o uso de alguns dispositivos comporta conexões lentas ou de pagamento segundo o tráfico enviado e recebido. ¡Tudo o que era velho é novo outra vez! ¡Adeus os sites Flash (que nem se podem ver nos Mac ou nos iPhones) e layout com imagens!

    Por tanto, tem sido imprescindível sacrificar a comodidade dos usuários mais conservadores às novas exigências de hoje (basta pensar nos que ainda utilizam velhas versões de Internet Explorer e que são cada dia menos). Tem nascido o conceito de tecnologia líquida. Este site não é como muitos outros que têm uma versão PC e uma versão móvel. Este site só tem uma versão, mas se adapta a qualquer equipamento.

    Estamos orgulhosos de anunciar que já o nosso site também tem sido um dos primeiros em ficar prontos para a web 3.0 e vai à linha com o porvir, sendo universalmente compatível. Esperemos que o público goste dele também.


    [Fechar]